Facilitadores

Hanoy Barroso é educadora do IJC desde 2006, trabalhando a frente de projetos como o Odara, com foco na prevenção das DST/HIV/AIDS que envolveu transversalmente as temáticas de gênero e racismo, Clube Galera de Atitude, dentre outros. Atualmente Hanoy é estudante de Letras Português-Inglês Licenciatura na Faculdade Grande Fortaleza (FGF) e membro da coordenação do Fórum Cearense de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes.

Camila Brandão é formada em sociologia pela Universidade Estadual do Ceará (UECE), coordenadora de programas do Instituto de Juventude Contemporânea, foi membro do CONJUVE - Conselho Nacional de Juventude da Presidência da República,  representa IJC no GT de Juventude do CONDRAF - Conselho Nacional de Desenvolvimento Rural Sustentável. Atuando nas seguintes áreas: políticas públicas, controle social, juventude e direitos sexuais e reprodutivos. 

Rafael Mesquita é graduado em Jornalismo pela Faculdade Integrada do Ceará e estudante de História na Universidade Estadual do Ceará (Uece). Foi pesquisador no Instituto Histórico Geográfico e Antropológico do Ceará, educador no Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária – Pronera, junto ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), e Presidente do Diretório Acadêmico de Comunicação Social da Faculdade Integrada do Ceará (FIC). É pesquisador na área de Comunicação e Política e Juventude. Atualmente é assessor de impressa na Trampolim Comunicação e Coordenador Executivo do IJC, titular do Departamento de Juventude do Sindicato dos Jornalistas no Ceará - SINDJORCE e Coordenador do Comitê Cearense do Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC).

Regiana Nogueira é Assistente Social e Supervisora do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) Regional de Fortaleza.

Aurélio Araújo é Educador Social e está Conselheiro Tutelar de Fortaleza, é estudante de História, membro da Pastoral do Menor da Arquidiocese de Fortaleza.

Lídia Rodrigues é militante pelos direitos sexuais de crianças e adolescentes, participa do Fórum Cearense de Enfrentamento a Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes desde o ano de 2004. Coordenou o projeto piloto juventude ação do Comitê Nacional de Enfrentamento a Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes no período de 2006 a 2007 e prestou assessoria a expansão do mesmo projeto nos anos de 2009 a 2011. Compõe a coordenação colegiada do grupo ECPAT Brasil desde o ano de 2008 e representa a juventude da América Latina no EICYAC do ECPAT Internacional.