terça-feira, 30 de agosto de 2011

Dicas de publicações sobre o tema

Pra quem quiser entender mais sobre todas as questões que envolvem o Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, O IJC encontrou na página da Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal, uma série de cartilhas e publicações sobre o tema. Vale a pena, é só clicar e baixar o arquivo em PDF.


Para ter acesso a todas as cartilhas, basta clicar aqui!

Comunicação - IJC

Siga-nos no Twitter! > @ijconline

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Lista de selecionados para o + 18

O IJC comunica que os selecionados para o curso + 18 foram os/as jovens da lista abaixo. Parabéns a todos e todas. Estamos entrando em contato com todos para dar as instruções sobre o primeiro encontro!

  1. Antonia Luciana Ferreira da Silva
  2. Antonio Benedito de Sousa Veras
  3. Anderson de Oliveira Eduardo
  4. Alcindo Ferreira Costa
  5. Andrey Araújo Vera Cruz
  6. Beatriz Caroline Ventura Costa
  7. Bruno Olimpio da Silva
  8. Carlos Henrique Viturino Barros
  9. Fernanda Ruth Teles Paiva
  10. Flavio da Silva Ferreira
  11. Francisca Michelle da Silva
  12. Francisco de Carvalho Teixeira
  13. Gabriel Sales Peixe
  14. Grazielle Rodrigues Pereira
  15. Ingrid Rayane Cavalcante Almeida
  16. Janderson Gomes da Silva
  17. Lucas Veloso Rocha
  18. Leonardo da Silva Carvalho
  19. Mayara da Costa Andrade
  20. Maria Madalena Gomes Barrozo
  21. Maria Angelica dos Santos
  22. Pâmela Ketlyn
  23. Paulo Henrique Silva de Almeida
  24. Roseane dos Santos Pitombeira

terça-feira, 23 de agosto de 2011

Inscrições encerradas

O projeto + 18 está com as inscrições encerradas. O resultado será divulgado aqui no blog e no site do IJC até sexta-feira (26/08) e no próximo final de semana já começam as atividades. Boa sorte a todos e todas!

Comunicação IJC

Siga-nos no Twitter! > @ijconline

segunda-feira, 8 de agosto de 2011

IJC abre inscrições para juventude em projeto de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes

Nos próximos meses o Instituto de Juventude Contemporânea (IJC) vai realizar seu mais novo projeto, o “+ 18”, que é uma realização do IJC em parceria com o Fórum de Cearense de Enfrentamento à Violência Sexual Contra Crianças e Adolescentes, financiado pelo COMDICA (Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e Adolescentes).

O intuito é que o dia “18 de Maio” (data em que organizações e poder público saem às ruas com o objetivo de mobilizar a sociedade para o enfrentamento da violência sexual infanto-juvenil) seja expandido noutras atividades, como oficinas, seminários, atividades em grupos de convivência para combater esse fenômeno social classificado como um problema de saúde publica que perpassa por todas as camadas sociais.

De acordo com Hanoy Barroso, educadora do IJC e coordenadora do projeto, essa ação surgiu porque o IJC coordenava o eixo de juventude do fórum e isso surgiu como uma necessidade. “Esse projeto é para garantir a participação dos jovens, queremos que eles sejam atores sociais para que não sejam somente objeto de tutela, eles precisam acompanhar o fórum, dizer o que pensam, o que querem”, afirmou.

O trabalho é voltado para adolescentes e jovens de organizações que compõem o Fórum Cearense de Enfrentamento a Violência Sexual. Ao todo 30 participantes, de 15 a 25 anos, residentes em Fortaleza serão escolhidos a partir de um formulário de inscrição disponível no no blog do “+ 18” (www.ijcmais18.blogspot.com). No formulário serão levados em conta os trabalhos que os/as adolescentes e jovens desenvolvem em instituições ou grupos sociais. Após o termino das atividades, os/as participantes receberão certificação com 68h/aula de trabalhos desenvolvidos. As inscrições vão até dia 22 de agosto e devem ser feitas pela internet ou presencialmente na sede do IJC.


Mais informações:

Instituto de Juventude Contemporânea – IJC Rua Castro e Silva, 121 – Salas 400 e 401,
CEP: 60030010 - Fone: 32477089
forumce.violenciasexualnao@gmail.com

Clique aqui para se inscrever no + 18!

Comunicação IJC

Siga-nos no Twitter! > @ijconline

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Notícias importantes sobre os direitos da Criança (agosto/2010)

Copa de 2014

O governo prepara um plano de ação para evitar a exploração sexual infanto-juvenil nas localidades que irão sediar a Copa de 2014. O anúncio foi feito pela presidente do CONANDA, Ministra da Secretária de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário. Dentre as medidas estão equipar os Conselhos Tutelares, com carros e acesso à internet. “O Brasil quer ter a marca de que protege suas crianças em todo o território nacional”, afirmou Maria do Rosário. Em artigo, a Ministra reafirmou a prioridade do Governo na proteção da criança e do adolescente.

Pesquisa sobre Conselhos de Direitos e Tutelares

Conselhos de Direitos e Tutelars têm até 26 de agosto para enviar o questionário da segunda edição da pesquisa “Conhecendo a Realidade”. A ampliação do prazo, inicialmente marcado para 29 de julho, se deu para possibilitar a maior participação dos Conselhos Tutelares e de Direitos da Criança e do Adolescente de todo o Brasil. A mudança vale tanto para a versão online quanto para a versão impressa do questionário. O objetivo do levantamento é mapear a situação atual de três dos principais atores do Sistema de Garantia dos Direitos da Criança e do Adolescente: os Conselhos Municipais e Estaduais dos Direitos e os Conselhos Tutelares.

18 anos da Chacina da Candelária

O Movimento em Defesa da Vida, formado por uma série de Instituições comprometidas com a defesa e a garantia de direitos de crianças e adolescentes, realizou, nos dias 22 e 23 de julho, uma série de ações para lembrar os 18 anos da Chacina da Calendária, no Rio de Janeiro, quando oito jovens morreram e várias crianças e adolescentes ficaram feridos por atentado que partiu de carros estacionados em frente à Igreja da Candelária. Além de uma missa e da “Caminhada em Defesa da Vida! Candelária nunca mais!”, as mães que tiveram seus filhos vítimas do episódio de Realengo entregaram à ministra Maria do Rosário e Miriam dos Santos, presidente e vice-presidente do CONANDA, respectivamente, um documento relacionando as principais demandas que ainda estão pendentes. Também foi realizada uma Audiência Pública sobre a Política Nacional e o Enfrentamento às Drogas, com a presença da Ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário. Em artigo, o coordenador Executivo do Projeto Legal e Conselheiro do CONANDA, Carlos Nicodemos, chama atenção para a responsabilidade da família, sociedade e poder público, de proteger integralmente crianças e adolescentes no Brasil.

Abordagem no recolhimento de crianças e adolescentes no RJ

A presidente do CONANDA, Maria do Rosário, divulgou uma nota pública reconhecendo o esforço da prefeitura do Rio de Janeiro em enfrentar uma realidade de violação dos direitos de crianças e adolescentes em situação de rua e uso de crack, buscando assegurar o direito à vida e a um desenvolvimento saudável desses grupos, mas manifestou preocupação com relação à abordagem a crianças e adolescentes, que é feita por educadores sociais acompanhados de policiais e também sobre o fato dos adolescentes serem imediatamente encaminhados para a delegacia, mesmo sem flagrante delito. "Nesse sentido, a Secretaria de Direitos Humanos sugere a revisão do Protocolo do Serviço Especializado em Abordagem Social", afirmou na nota a Ministra.

Crianças são 40% dos brasileiros na miséria

Retrato miséria

Quatro em cada dez brasileiros que vivem na miséria são meninos e meninas de até 14 anos. É o que aponta o Censo 2010, divulgado na última quinta-feira (28). Uma das causas é a maior natalidade nas famílias mais pobres, decorrente da falta de planejamento familiar e até de machismo, dizem especialistas ouvidos pelo Jornal Folha de São Paulo. A falta de acesso a serviços básicos, como o registro de nascimento em cartório, acentua a exclusão. Segundo linha definida pelo governo federal, são extremamente pobres as famílias cujo ganho mensal é de até R$ 70 por pessoa. Nas mais numerosas, em que a renda é dividida por mais pessoas, o ganho per capita tende a ser menor.

Aumento de Cras e Creas

O censo do Sistema Único de Assistência Social (Suas) referente ao ano de 2010, mostrou que houve crescimento no número de unidades de assistência social - Cras e Creas - no país. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), tais unidades servem como suporte ao Programa de Erradicação ao Trabalho Infantil (PETI) e, por isso, seu aumento contribui com a erradicação dessa prática. “A partir dessas unidades, é possível constatar as formas existentes de trabalho infantil em cada município e atuar tanto no combate como na prevenção. As unidades são capazes de oferecer todo o suporte às famílias para que não utilizem a prática como forma de sobrevivência”, afirma a coordenadora da Secretaria Nacional de Assistência Social do MDS, Juliana Petroceli.

Prazo de internação de adolescente

Internação

Tramita na Câmara dos Deputados um Projeto de Lei que sugere aumentar de três para cinco anos o período máximo de internação de adolescente autor de ato infracional grave. Além disso, o projeto prevê atividades obrigatórias de formação técnico-profissional para o interno. A proposta altera dispositivos do Estatuto da Criança e do Adolescente.

Protocolo em defesa da criança e do adolescente

A Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente e o Escritório do Fundo das Nações Unidas para a Infância no Brasil (Unicef) assinaram um protocolo de intenções que estabelece áreas prioritárias para atuação conjunta. A vigência do documento é até julho de 2014, com previsão de avaliações semestrais do cumprimento das ações propostas. Entre os temas definidos como prioritários pelo protocolo está a universalização dos direitos da criança e adolescente em regiões como semiárido e Amazônia, em comunidades populares dos centros urbanos e de origem étnico-racial (afro-bBrasileiros e indígenas).

Antibiótico: primeira dose imediata

UBS antibiótico

A Pastoral da Criança, em parceria com o Ministério da Saúde e o Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), lançou a campanha “Antibiótico: primeira dose imediata”. O objetivo é orientar os gestores municipais de saúde e, principalmente a sociedade, sobre a necessidade de ministrar a primeira dose de antibiótico nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) logo após a consulta, em especial nos casos de crianças com suspeita de pneumonia. Conforme recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, uma criança com suspeita de pneumonia, com a indicação médica de antibiótico, deve receber a primeira dose do remédio na própria Unidade de Saúde. “Quanto mais cedo começar o tratamento, mais fácil é a cura".

Fonte: Direitos da Criança